quarta-feira, 26 de março de 2014

Projeto Terapias Holísticas Integradas é apresentado em Policlínica


Ney Silva

O projeto Terapias Holísticas Integradas idealizado em Feira de Santana pelo radialista e terapeuta Ney Silva com objetivo de atender profissionais de saúde e pessoas da comunidade garantindo uma melhor qualidade de vida, foi apresentado na manhã desta quarta-feira (26), aos profissionais de saúde e estudantes de medicina que atuam na policlinica do conjunto George Américo.

Além dos profissionais de saúde, pessoas da comunidade que procuraram a policlinica foram beneficiadas com as ações do projeto. Os estudantes de medicina da Uefs (Universidade Estadual de Feira de Santana), receberam orientações da professora e médica homeopata Célia Maria Carneiro que é defensora da introdução das terapias holísticas nos serviços de saúde.

O terapeuta Ney Silva explicou os beneficios das terapias bioenergéticas e de como esses procedimentos podem ser incluídos em unidades de saúde e em hospitais. É bom lembrar que a OMS (Organização Mundial da Saúde), já recomenda a inclusão dessas terapias para complementar o atendimento médico.No Brasil, desde 2006 o Ministério da Saúde baixou uma portaria reconhecendo as terapias como serviços importantes e até autorizou que a Acupuntura pudesse ser remunerada com recursos do Sistema ùnico de Saúde.

 Na Bahia, o governo do estado não dá a menor importância as terapias holísticas. Essa inobservância governamental é seguida pelas prefeituras que se investissem teriam muito mais resultados com a chamada humanização da saúde, idéia falida que só ficou no discurso.
A ação terapêutica na policlínica do George Américo teve ainda a participação da técnica de enfermagem a massoterapeuta Alda Pinho. Ela está iniciando estudos e se preparando para atuar como terapeuta holística.
A enfermeira Priscila Vinhas, que estava de plantão também foi beneficiada com os procedimentos. Ela se sentia muito cansada depois de um dia de trabalho na policlinica e recebeu uma sessão de Reiki seguida de uma massagens relaxante.Vários pacientes com dores diversas após seram atendidos pela equipe de plantão procuraram o serviço e sairam satisfeitos.

A coordenadora da policlinica Carmem Novaes reconheceu a importância das terapias holísticas e disse que vai defender a inclusão delas nos serviços de saúde. Ela também foi atendida e se sentiu muito bem.
O projeto Terapias Holísticas Integradas tem a participação das terapeutas Sabrina Ribeiro, Sandra Pimentel, Hilneide Araújo, Miralva Alexandre, Rita Cristina, da técnica de enfermagem e massoterapeuta Alda Pinho, do terapeuta Flávio Lima e a coordenação do terapeuta Ney Silva.